Semana

Não cabe a minha vida numa semana
Que uma semana é pouco
Para que viva de forma insana
Um coração desvairado e louco.
Anda cá e dá-me a tua mão.
Vem juntar ao meu, o teu olhar,
Vem ensinar-me a razão
De sentir-me, assim, perdido no mar.
Ondas encapeladas e revoltas,
Pensamentos a desfazer na areia,
Tudo em rimas livres e soltas
Numa imagem que me não sai da ideia.
És tu.
O brilho de uns olhos de água
Sou eu.
O peito que te afaga.

NetWorkedBlogs